segunda-feira, 23 de maio de 2011

Cruz de Valor para escotista de São Paulo


O escotista André Luiz Assi, chefe de Tropa Escoteira no GE Cabo Kennedy – 109/SP, recebeu em reunião da 9ª Área Escoteira, a Cruz de Valor. Essa medalha é concedida quando algum integrante do Movimento Escoteiro faz alguma ação de valor, salvamentos ou algum outro ato que demonstre coragem e heroísmo.

O André fez jus a Cruz de Valor quando na manhã de 11 de novembro de 2005, indo para a faculdade, ele avistou um helicóptero em dificuldades, soltando fumaça, sobre a Marginal do Pinheiros. A aeronave sumiu de seu raio de visão mas instantes depois ele ouviu o barulho da colisão. Imediatamente, ele pediu ao seu pai que parasse o carro para que ele descesse. André pegou o extintor de incêndio do veículo e foi caminhando por entre os carros na direção do acidente, desviando das motos que passam em alta velocidade pelo mesmo caminho. Outros motoristas, quando viram a atitude dele, passaram seus extintores para ajudar. André não precisou caminhar muito para ver o helicóptero caído embaixo da ponte Eusébio Matoso. Com ele, outras quatro pessoas foram ajudar a tirar os tripulantes da aeronave. A tarefa exigiu muito cuidado para não traumatizar mais as vítimas e em especial o piloto, que é paraplégico.

O helicóptero despejava combustível na avenida e faíscas ainda saiam da aeronave, criando uma combinação potencialmente explosiva. André e os demais voluntários jogaram areia sobre o combustível derramado para impedir isso. Em seguida, com o risco de explosão afastado, André se pôs a orientar o trânsito na Marginal do Pinheiros, desviando os carros do helicóptero. Pelo seu tamanho, a aeronave ocupava duas pistas. A primeira providência foi pegar os extintores que havia recebido e criou um desvio 10 metros atrás do acidente. Depois, ele mesmo ficou ali fazendo gestos para desviar carros, caminhões e motos. Com a chegada da Polícia, André passou a tarefa para eles e foi embora – porque ainda tinha aula na faculdade.

Por sua atitude de bravura, nosso irmão escoteiro André faz jus a Cruz de Valor.
Bravo, bravo bravíssimo!

9 comentários:

  1. Nossa ,levou 7 ANOS para ser reconhecido seu ato de BRAVURA . É preciso ter mais atenção com nas condecorações..........

    ResponderExcluir
  2. Francisco Kainer Rinaldi27 de maio de 2011 01:05

    O Chefe André não só mereceu a comenda, como pela sua humildade, nada relatou ou reivindicou de mérito para si. Esse é o verdadeiro Espírito Escoteiro, que deve servir de exemplo e referência a todos os Escoteiros.
    Que essa medalha concedida, seja também uma homenagem a todos os anônimos, que de igual forma atuaram em missão ao próximo e que seja por qual motivo ficaram ocultos na dinâmica de vida.
    Ao André e seus semelhantes, nosso brado:
    BRAVO! BRAVO! BRAVÍSSIMO!

    ResponderExcluir
  3. E ainda tem gente recebendo medalhas por muito menos só por estar puxando o saco da Região. Alguém precisa botar ordem na casa.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, Karakú, mandou muito bem!

    Agora, a região no momento da entrega, por ser uma medalha de grande valor e que poucos a conquistaram, aproveitou a ocasião para comunicar a Rádio Eldorado?

    http://noticias.terra.com.br/brasil/transito/noticias/0,,OI750276-EI998,00-Helicoptero+faz+pouso+forcado+em+avenida+de+SP.html

    ResponderExcluir
  5. Passou da hora em conceder uma comenda ou medalha á quem merece.
    To cheio de ver : amigos,parentes , a máfia toda "ganharem" latarias pra pendurar no uniforme...porque plantou semente de côco!

    ResponderExcluir
  6. Gente que diz ser chefe "ESCOTEIRO" que trabalha na Região de SP, Que deveria ter vergonha de dizer que faz parte do movimento escoteiro, carraga medalhas de bons serviços de gratidão ou mesmo diz ser DCIM Não honra nem se quer sua promessa,Enquanto um chefe leva 20 ou 30 anos para se reconhecido enquatos outros que puxam o saco da região já chamado de formador sendo que nem o nivél tem.
    A região de SP, deveria prestar mais atenção nos GE. e nos chefes que merecem todas as conderações e não ficar esperando 20 ou 30 anos para ser reconhecidos.

    Presta atenção União Dos Escoteiros Do Brasil que tem chefes que estão trabalhando para os jovens nem se quer vocês sabem que existem.

    Parabéns ao chefe que foi Homenagiado apesar de 7 anos chegou isso é uma vergonha.

    ResponderExcluir
  7. Prezado Anônimo
    Criticar sem se identificar não é postura escoteira. Mas mesmo assim quero te informar que ao contrário do que você diz, a Região de São Paulo se preocupa em prestigiar os escotistas e têm sistematicamente concedido as honrarias devidas. O caso a que você se refere - seis anos - e em outros pode demorar simplesmente porque alguns processam demoram a dar entrada no escritório regional. Simples assim, sem nada além disso. Deixe o anonimato e assine suas críticas como qualquer um. Sem isso, fica difícil estabeçecer um diálogo contigo. O espaço de comentários não é para apedrejamento anônimo. Falar de forma genérica como você fez é injusto. Indentifique-se e venha contruibuir para um Escotismo cada vez melhor.
    sempre alerta
    Fernando Neves
    Diretor de Comunicãção
    UEB/SP

    ResponderExcluir
  8. Parabéns, André Luiz!!!!!!!!!
    Continue a dar exemplo!!!!!!!
    Bjossssssssss
    Marly

    ResponderExcluir
  9. Parabéns André!

    Saber o que fazer em momentos difíceis, tomadas de decisão, organização e atitude foram exemplares.

    Um orgulho ter você no movimento escoteiro também!
    Um grade abraço!

    ResponderExcluir